O Projeto

O Portal da Memória surgiu como parte integrante do Projeto "A Caminho do Centenário", iniciado em 2006 pela equipe de Comunicação Social do então CEFET-RN (Unidade Sede - Natal). Sua finalidade é compartilhar um pouco da memória dessa instituição centenária, criada em 1909, como Escola de Aprendizes Artífices de Natal.

 

 
Você está aqui: Página Inicial / Ex-diretores / João Faustino Ferreira Neto

Ex-diretores

João Faustino Ferreira Neto

João Faustino Ferreira Neto

De: 05/03/68

Até: 24/03/71

Instituição: Escola Técnica Federal do RN

João Faustino Ferreira Neto

Diretor na década de 60, o professor foi um dos principais articuladores da transformação das escolas técnicas em CEFETs.

 Aula prática de Mecânica

Nascido em 16/07/1942 em Recife-PE, João Faustino Ferreira Neto, foi o primeiro diretor da Escola Técnica Federal do RN (ETFRN), assumindo o cargo aos 25 anos de idade. É graduado em Pedagogia e Matemática pela UFRN e pós-graduado pela Fundação Getúlio Vargas e Universidade de Michigan/EUA.

Quando ingressou na instituição, em 1964, como professor de Matemática, ela ainda se chamava Escola Industrial de Natal, tendo acompanhado sua transformação em Escola Industrial Federal do RN (EIFRN) e, em junho de 1968, a mudança para Escola Técnica Federal. Nessa escola, exerceu ainda as funções de Assessor e Orientador Educacional.

Lecionou também no Colégio Imaculada Conceição, no Seminário de São Pedro, no Colégio Nossa Senhora das Neves, na UFRN e no Centro de Formação de Professores da Campanha “De pé no chão também se aprende a ler”. Foi militante da Juventude Universitária Católica (JUC) e presidente da União Estadual dos Estudantes/RN.

João Faustino iniciou sua vida pública como secretário de Educação do município de Natal, foi duas vezes secretário de Estado de Educação e Cultura/RN, presidente da Campanha Nacional das Escolas da Comunidade/CNEC-RN, deputado federal em quatro legislaturas, integrou o Conselho Federal de Educação, foi secretário de Assuntos Federativos da Presidência da República e ministro de Estado interino. Presidiu a Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, tendo sido o relator do projeto de lei de transformação das Escolas Técnicas Federais em Centros Federais de Educação Profissional e Tecnológica. Assumiu, em 2007, o cargo de subsecretário da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo.

Em 2008, publicou o livro “A Escola que vivi – memórias de um educador”, no qual resgata a participação de pessoas e fatos que foram decisivos na consolidação da Escola Técnica Federal do RN.

Ações do documento