Galeria
O Projeto

O Portal da Memória surgiu como parte integrante do Projeto "A Caminho do Centenário", iniciado em 2006 pela equipe de Comunicação Social do então CEFET-RN (Unidade Sede - Natal). Sua finalidade é compartilhar um pouco da memória dessa instituição centenária, criada em 1909, como Escola de Aprendizes Artífices de Natal.

 

 
Você está aqui: Página Inicial / Mensagens / A saga da chegada do IFRN na terra abençoada de Sant’ana de Caicó
 

Seridoenses atenção
pro que está acontecendo
Caicó está vivendo
momento de emoção.

 
A nossa educação
tá prestes a ser melhorada,
e pode ser comprovada
através da chegada
do IFRN no sertão


Eu vou tentar explicar
como tudo começou
para o IFRN implantar
e o sonho começar...

 

Vamos iniciar

A história da chegada do Instituto Federal

 na terra abençoada

De Sant’Ana de Caicó


Num dia de fevereiro
em nossa cidade hospitaleira
Chegaram os dois diretores

 Alex Diógenes e Caubi Ferreira


No prédio sendo erguido

Havia muito equipamento,
Areia, pedra e cimento

havia muito o que fazer
Mas tudo tinha que ser concluído

antes do alvorecer,


Foram meses de trabalho

Funcionários se misturavam com os empregados da obra

pois em um mesmo local
todo mundo matutava
uma forma de como se expressar
para os cursos divulgar


No início éramos quatorze

Vindos de lugares distintos

Mas todos com muito afinco

Lutaram para a implantação

Do IFRN no nosso sertão

 

Alex Oliveira, Samir, Bruno e Késsia vieram de Natal

Junto com Fábio e Najara

De Pernambuco veio Maria Rita

Elvis de Mossoró, Diego de Santana do Matos

Valmilson de São Rafael

Bosco da Paraíba, João Batista de Santa Cruz

Débora, Tales e Cynara de Caicó


Nos dividimos em duas turmas

Visitamos várias cidades

Para divulgar junto a comunidade

A nossa chegada em Caicó

 

Foram dias de muita labuta

A gente chegava de manhã

Entrávamos nas caminhonetes

E seguíamos na estrada

Não tínhamos hora de chegada

 

Num dia de divulgação nas cidades da Paraíba

Alex Diógenes, Alex Oliveira, Bosco e João Batista

Se perderam na estrada

O sol já queria se esconder

E nada desses meninos aparecer

 

Todo mundo com muito medo

O que tinha acontecido?

Mas à tardinha eles chegaram

Contando histórias da empreitada

 

Visitaram várias cidades

E muitas comunidades

Os dias foram passando

Novos funcionários foram chegando

Anderson e João Paulo

Marcos e João Victor

e outras coisas também,
tudo isso reunido,
num prédio já construído
pra inclusão social
do nosso povo oprimido

 
É a chance da maioria
poder usar sua voz.
É o momento de nós 
resgatar cidadania,
ganhar devido espaço
e dar o grande passo
de enfim plantar semente
de uma educação decente,
bem mais regionalizada,
bem mais diversificada,
difusora de culturas,
livre de qualquer censura
a nada mais amarrada.


Essa realidade
tão sonhada por a gente
só depende do presidente
para ser inaugurada

 

O Governo Federal,
muito bem representado,
traz o IFRN

Para o interior do nosso estado

importante instrumento
para o desenvolvimento
do nosso seridó.


Educação
é um direito humano!
É forma de comunhão,
de expressar nossa essência,
e também mais consciência

Para o futuro da nação